Blog »

AVENTURA VIRTUAL, VIDA REAL

gui 22/06/2015 0
Encontro Blogs junho 2015 (4) REDUX

Blogueiros de aventura… Gisely, Rafael, Marcos, André, Palmieri, Mario, Luiza, Tiago, Keisuke, Rodrigo, Eliana e Fábio

A internet aproxima as pessoas… Uma verdade e uma mentira.

Um dia apareceu uma mensagem no meu Skype. Era a Gisely Bohrer, do site A Montanhista, perguntando sobre meu curso de trekking. Mensagem vai, mensagem vem, teclamos sobre trilhas, GPS, cursos, livros, e o papo seguiu tão fluido que fiquei com vontade de tomar um cafezinho e continuar a conversa de frente pra janela… Foi quando pintou a ideia de convidar a Gisely e a turma dela, o pessoal da Rede de Blogs Outdoor, para café, papo e vista da janela aqui em casa. Marcamos um tipo de “encontro de blogueiros de aventura”.

Encontro Blogs junho 2015 (6) REDUX

Dinâmica de apresentação de cada participante, cada um comentou sobre “inspiração, preocupação e direcionamento” na aventura… Excelentes respostas! Grandes ensinamentos!

Convidamos o Mario do site Trekking Brasil, a Luiza do Fui Acampar, o Rafael do Seu Mochilão, o Marcos do Bike Magazine, o Fábio do Pedal Nativo, o André do Até Onde Deu Pra Ir De Bicicleta, o Keisuke do Outdoor Blog, o Rodrigo e a Eliana do Clube De Cicloturismo, o Tiago do Fé No Pé e o Palmieri da Kampa.

Encontro Blogs junho 2015 (12) REDUX

Grupo no topo da Pedra Bonita (2.100 m) e, claro, não faltou o pau-de-selfie, hehehe…

A proposta era que todos chegassem ao REFÚGIO KALAPALO – a escola de aventura e abrigo de montanha que dirijo com minha esposa, Adriana Braga, em Gonçalves (MG), na Serra da Mantiqueira e onde vivemos – para passarem um fim de semana conosco. Como moramos sozinhos numa fazenda a 1.585 m de altitude, quase sem vizinhos, as visitas são nossa principal fonte de lazer e diversão.

Encontro Blogs junho 2015 (22) REDUX

Quem pedala, pedalou… Quem caminha, caminhou… E quando todos se encontraram não faltaram histórias…

Um jantarzinho leve de sopas e focaccia, tudo feito pela Adri, esperava a galera. No sábado estávamos todos de pé para um farto café da manhã de fazenda e para subir ao cume da Pedra Bonita (2.100 m), ponto mais alto da região, para um piquenique acima das nuvens. À noite, a Amandina, do site ViajandoComAman e minha amiga, que também mora em Gonçalves, se juntou ao grupo. Exibi o documentário TRANSPATAGÔNIA (link para trailer) a todos e depois ouvi atento aos comentários. Domingo cedo, depois do café, quem pedalava fez uma trilha de 14 km comigo e quem era do trekking foi até um mirante de frente para a Pedra do Baú e o vale do Rio Sapucaí Mirim por uma estradinha dentro da mata. Na volta, uma feijoada vegetariana, obra de arte da Adri, espera por todos.

Encontro Blogs junho 2015 (10) REDUX

Numa das paradas no trekking que fizemos todos juntos, com nossa vira-lata montanhista, Nala…

Todo o tempo o papo correu solto. Grupinhos se formavam e reformavam para discutir a internet, aventura, literatura, política, futuro, equipamento, família… Enfim, a grande aventura da vida. Todo o tempo eu via olhos brilhantes e ouvidos atentos, curiosidade e interesse, alegria por estarmos entre amigos virtuais que nem sabíamos que tínhamos. Amigos que a internet aproximou, mas foi o calor humano que concretizou.

Encontro Blogs junho 2015 (28) REDUX

O grupo que pedalou MTB a caminho da Pedra Chanfrada, em Gonçalves (MG)…

Ao final, fiz questão de presentear cada convidado com um exemplar do recém-lançado TRANSPATAGÔNIA, PUMAS NÃO COMEM CICLISTAS, livro que escrevi sobre minha viagem solo de bicicleta por toda a extensão da Patagônia e da Terra do Fogo. Meus 6.000 km e 6 meses de exploração e autoconhecimento. Se ao escrever esse livro eu tinha um leitor em mente – algo que conscientemente eu não tinha – acho que seria esse pequeno grupo e o que ele representa…

Encontro Blogs junho 2015 (27) REDUX

Coisas da roça… Isso não estava na programação, mas ao cruzarmos de bike uma fazenda, vimos um bezerro nascido a poucas horas na sua primeira mamada…

Muita gente gosta de aventura, gosta de se perder e se encontrar na natureza, mas para algumas pessoas isso não basta. É preciso compartilhar! Parafraseando Chistopher Maccandless, o anti-herói protagonista da história narrada no livro e no filme NA NATUREZA SELVAGEM (link para minha resenha do filme): “A felicidade só é real se compartilhada”.

Acho que o mesmo vale para a aventura.