Blog »

ISOLANTE TÉRMICO SEA TO SUMMIT ULTRALIGHT INSULATED

gui 07/05/2017 0

 

A marca australiana de distribuição mundial SEA TO SUMMIT é velha conhecida dos aventureiros mais comprometidos. Fundada em 1990, a empresa foi co-fundada pelo montanhista australiano Tim Macartney-Snape, primeiro australiano no topo do Monte Everest em 1984, ao lado de Greg Mortimer. Ambos chegaram ao cume sem oxigênio suplementar. Em 1990 Macartney-Snape se tornou a primeira pessoa a chegar ao cume do Monte Everest partindo do litoral, no nível do mar — daí o nome “Sea to Summit” de sua marca, “do mar ao cume”.

DSC06643 REDUX

Isolante térmico ULTRALIGHT INSULATED da SEA TO SUMMIT ao lado de uma garrafa de 750 ml para ilustrar tamanho quando fechado.

O isolante térmico ULTRALIGHT INSULATED da SEA TO SUMMIT, disponível no Brasil, foi projetado com objetivos claros, que pude comprovar nas várias noites que dormi nele: 1) ultravele e supercompacto quando dobrado; 2) extremamente confortável quando inflado; 3) oferece proteção extra contra o frio que vem do solo por possuir uma camada de material térmico auxiliar em sua estrutura. Vale observar no entanto que existe a versão ULTRALIGHT do mesmo modelo, que não é “insulated” — que não tem uma camada extra de material de isolamento térmico em seu interior, resultando ser 20% mais leve e mais compacta que a versão analisada aqui.

DSC06661 REDUX

DSC06662 REDUX

O isolante térmico ULTRALIGHT INSULATED da SEA TO SUMMIT pertence à nova geração de isolantes térmicos, que não são “auto-infláveis” e por isso conseguem ser muito mais leves e compactos. Os auto-infláveis possuem uma estrutura interna de espuma, construída no formato de células que lembram uma colmeia de abelhas. Uma vez aberta a válvula de ar, a estrutura interna de espuma “se arma” e “chupa” o ar para dentro do isolante, fazendo com que ele infle sozinho. Depois basta duas insufladas fortes para que ele fique 100% cheio.

O ULTRALIGHT INSULATED não é auto-inflável, precisa ser inflado manualmente desde o princípio. Isso, para mim, foi uma novidade porque venho usando isolantes auto-infláveis há décadas. Mas confesso que o ganho em conforto, menos peso e menos volume do ULTRALIGHT INSULATED bateram de longe a pequena vantagem de poupar fôlego na hora de fazer a cama. Isolantes auto-infláveis superleves costumam ter espessura de 2 cm quando inflados e superfície plana, enquanto o ULTRALIGHT INSULATED da SEA TO SUMMIT chega aos 5 cm e tem superfície “enrugada” e mais eficiente… Em outras palavras, o negócio é praticamente um colchão de molas!

DSC06659 REDUX

Um acessório chamado JET STREAM PUMP SACK — um saco de transporte e proteção do isolante —, serve também como uma espécie de “bomba de ar” para encher o equipamento. Engenhoso e simples, o acessório foi a verdadeira cereja no bolo. Construído em nylon leve e resistente, com um plástico fino em espiral correndo por toda sua lateral como se fosse uma sanfona, esse saco tem uma boca que se conecta à válvula de inflar o isolante e permite que o usuário infle o equipamento sem cansar os pulmões. Basta esticar e comprimir o saco de inflar, conectado à válvula, permitindo que o ar entre no saco e encha o isolante. Parece bobagem, mas existe uma vantagem técnica também: se soprarmos o isolante com nossas bocas, a umidade da nossa respiração vai parar dentro do equipamento, que poderá criar fungos e diminuir seu tempo de vida.

DSC06647 REDUX

DSC06649 REDUX

DSC06651 REDUX

Para inflar o equipamento, basta abrir a primeira parte da válvula.

DSC06653 REDUX

DSC06655 REDUX

DSC06656 REDUX

DSC06657 REDUX

DSC06660 REDUX

DSC06652 REDUX

Para esvaziar o isolante, basta abrir a válvula toda.

Mas a principal característica do produto que aumenta muito sua capacidade de isolamento térmico é o aspecto “enrugado” da superfície quando inflada. As pequenas bolsas de ar que se formam são esquentadas pelo calor do nosso corpo, sempre constante se estamos saudáveis, aumentando muito a eficiência térmica do produto.

repair-kit

Dois pontos fracos do produto, que na verdade são características e não defeitos, são 1) A sensação desagradável do contato da pele direto com material plástico se deitarmos sobre o produto com pouca ou nenhuma roupa. Isso é facilmente resolvido pelo fato de usarmos o equipamento com saco de dormir ou ainda com roupa sobre o corpo. Por tratar-se de um isolante térmico reforçado, pensado para temperaturas baixas, teoricamente ninguém vai usa-lo para dormir na praia, em pleno verão brasileiro, vestindo apenas uma sunga ou um biquini… Mas nunca se sabe né? 2) O ruído que o isolante faz quando nos mexemos em cima dele, como se alguém estivesse abrindo uma embalagem dentro da barraca. Para minimizar isso, basta encher o isolante ao máximo. Mas isso tudo ainda é um preço baixo a pagar por um equipamento tão leve, tão compacto e tão eficiente.

Um último detalhe: recomendo sempre levar junto com o produto o KIT DE REPARO SEA TO SUMMIT, com remendo e cola específicos para os isolantes, para caso de perfurações em trilha.

Fabricado nos tamanhos SMALL (168 x 55 cm e 430g), REGULAR (183 x 55 cm e 480g) e LARGE (198 x 64 cm e 595g), o ULTRALIGHT INSULATED da SEA TO SUMMIT é recomendado para aventureiros preocupados com peso e volume, gente que rala sério na trilha durante o dia mas precisa dormir bem à noite. Sem exagero, nunca dormi tão bem no chão duro desde que adotei o equipamento no meu kit básico de acampamento.