Kalapalo na Mídia »

2015, 1 de julho – site RED BULL

POR QUE “PUMAS NÃO COMEM CICLISTAS”?
Guilherme Cavallari narra travessia Transpatagônia de 6.000 km percorridos de bicicleta em 180 dias.

por Andre T.Piva

Foram dois anos e seis meses até a publicação do livro ‘Transpatagônia, Pumas não comem ciclistas’. Durante seis meses, de outubro de 2012 a março de 2013, Guilherme Cavallari percorreu sozinho 6.000 km de bicicleta por toda a extensão da Patagônia e da Terra do Fogo, no Chile e na Argentina.

Evitando estradas de asfalto, cruzou a fronteira entre os dois países 16 vezes, pedalando por 180 dias consecutivos, explorando regiões a pé, por onde nem a bicicleta passaria, atingindo pontos que mal constam dos mapas.

A expedição de Cavallari virou livro e também filme. O documentário TRANSPATAGÔNIA, de Cauê Steinberg, foi premiado como melhor filme no Rio Mountain Festival 2014.

O livro de 336 páginas é o contundente relato desta experiência por uma das últimas regiões do planeta a serem habitadas pelo homem, pontuado por traços autobiográficos, considerações sobre a vida e extensa pesquisa histórica e literária.

Cavallari passou dois anos escrevendo o livro para apresentar, além de um pedaço de sua alma, um pedaço também da alma patagônica. Os temidos encontros com pumas — um dos objetivos “simbólicos” da viagem para o autor –, fenômenos geológicos, personalidades históricas, personagens locais, estradas desertas aparentemente sem fim, rios atravessados pela água são compartilhados com o leitor em narrativa despretensiosa e surpreendente.

A obra apresenta ainda mapas detalhados de percursos e 16 páginas com fotos coloridas, além de tabelas minuciosas como cronograma da viagem, lista completa de todo o equipamento utilizado, (importante como referência àqueles que efetivamente quiserem percorrer o roteiro proposto pelo livro e inventado pelo aventureiro) e a bibliografia e filmografia de referência.

Nascido em 1962, na cidade de São Paulo, Brasil, descobriu sua paixão pela natureza e pelos esportes ao ar livre na região de Atibaia, onde membros de sua família mantinham uma casa de campo e um sítio. Com dez anos já caminhava sozinho horas e horas pelo mato e descobria seus limites pessoais e a extensão infinita da natureza.

Como autor, editor e distribuidor dos títulos da Kalapalo Editora já publicou diversos títulos, como:

Guia de Trilhas BBV Banco (2001)
Guia de Trilhas enCICLOpédia (2006-2010)
Guia de Trilhas Trekking (2008 e 2009)
Manual de Trekking & Aventura (2008)
Guia de Trilhas cicloMANTIQUEIRA (2009)
Guia de Trilhas Carretera Austral (2010)
Guia de Trilhas Serra Geral (BluGrama) (2011)
Manual de Mountain Bike & Cicloturismo (2012).

Desde setembro de 2013 vive em uma fazenda em Gonçalves (MG), na Serra da Mantiqueira, onde mantém o Refúgio Kalapalo, um abrigo de montanha e campo escola de aventura, ministra cursos de trekking, mountain bike e cicloturismo e administra, com sua esposa Adriana Braga.

O livro pode ser adquirido pelo site da editora www.kalapalo.com.br e nas lojas das livrarias Cultura e Saraiva)

Link para matéria:
http://www.redbull.com/br/pt/bike/stories/1331732062968/transpatag%C3%B4nia-pumas-n%C3%A3o-comem-ciclistas