Trilhas e Roteiros »

CicloMantiqueira DIA 05 / São Bento do Sapucaí – Brazópolis

CicloMantiqueira DIA 05 / São Bento do Sapucaí – Brazópolis

KM Total: 39,87
Metros subidos: 944 / descidos: 911
Tempo estimado: 1:50 a 4 horas

DESCRIÇÃO:

Esse percurso já foi publicado no GUIA DE TRILHAS ENCICLOPÉDIA (VOL. 4), como parte da CICLOVIAGEM 4, também editado pela Kalapalo Editora e de autoria de Guilherme Cavallari. Um percurso agreste, que cruza bairros rurais, fazendas isoladas, a belíssima cidadezinha de Luminosa e chega à simpática Brazópolis. No começo do dia a vista da Pedra do Baú nos acompanha, ao longe no horizonte, por vários quilômetros. Uma subida íngreme se interpõe no caminho, a Serra da Bocaina (nada a ver com a serra homônima, mais famosa, entre São Paulo e Rio de Janeiro), que exige esforço e paciência para vencer. Mas, como tudo o que sobe também desce, a gente seca o suor despencando morro abaixo do outro lado da serra. Depois de Luminosa o caminho fica plano, em ligeiro declive, por cerca de 16 quilômetros. Todo o percurso da CicloMantiqueira encontra-se minuciosamente descrito e mapeado no GUIA DE TRILHAS CICLOMANTIQUEIRA.

Trilhas são caminhos orgânicos, vivos, primeiras testemunhas de nossos passos na Terra. Todo caminho nasce de uma trilha. Todo caminho guarda em si o DNA de sua origem. Antes de visitar qualquer trilha publicada em nossos livros, aconselhamos a visita a sua página nessa sessão. Leia os comentários de quem já esteve lá, verifique se houve alteração nos roteiros. Depois de fazer uma de nossas trilhas, escreva aqui seus comentários e ajude a manter nossos títulos atualizados. A comunidade Kalapalo agradece…

Sua opinião (em pedaços de pizza)

4 comentários »

  1. Luciano Vieira 23/01/2014 at 23:35 - Responder

    Esporte praticado: MTB

    Característica pessoal: Amador

    Comentário: Primeiro dia de uma viagem de 7 dias e 420 km. Comecei em Gonçalves dia 06/01/2014, cheguei em São Bento do Sapucaí às 11h30 da manhã e segui para Brazópolis. A estrada até Luminosa é bem bonita, à medida que sobe em direção ao bairro da Bocaina a paisagem vai ficando mais linda. A subida é íngreme, porém pedalável... Digno de nota o fato de que nessa época costuma chover bastante nessa região, mas fui brindado com dias lindos, o que em alguns casos foi sinônimo de sol na moleira nas subidas... A trilha coincide com um trecho do caminho da fé, a partir do bairro Cantagalo, até Luminosa... A partir daí acabam as subidas íngremes, até chegar em Brazópolis. Sobre a controvérsia da grafia do nome, acho que o mais certo é com Z, pois o nome é uma homenagem a Wenceslau Braz... Juntando os dois dias em um, o total desse meu primeiro dia foi de 75 km. Em Brazópolis liguei na pousada indicada no guia, mas a diária era de 80 reais, preferi ficar no hotel do Tonhão, por apenas 30 reais. Jantei no restaurante da Vera, comida caseira boa e barata na praça da igreja.

    Nota:

  2. Vivaldo Aparecido Ribeiro 10/04/2011 at 22:22 - Responder

    Esporte praticado: MTB

    Característica pessoal: Amador

    Comentário: Boa nte a todos os bikers, sou de Taubaté-SP,Vivaldo,qro deixar ak meus comentários sobre o percurso que fiz entre os dias 09 e 14 de Fevereiro desse ano,comecei a fazer o percurso já pelo dia 27 de Campos do Jordão a Sapucai Mirim e nesse mesmo dia fui até São Bento do Sapucai(dia 5)da cicloviagem. No dia seguinte fiz os dias 5 e 6 e depois as viagens dos dias23,24,25 e 26,sendo 06 dias de pedalada. Não posso deixar de dizer que foi mt desgastantes em alguns trechos,mas o percurso todo foi maravilhoso com lugares que a digital sempre foi requisitada rss..Deixo ak meus abçs a todos que queiram fazer algum trecho..que façam..pois vai ficar na memória para sempre.

    Nota:

  3. Hendrik Fendel 10/10/2010 at 22:23 - Responder

    Esporte praticado: MTB

    Característica pessoal: Amador

    Comentário: Unimos as etapas dos dias 5 e 6 do guia. Caminho muito gostoso por entre fazendas da região, descida até Luminosa merece atenção ao final, pois se deve pegar a esquerda antes de entrar no calçamento da cidade (planilha ponto 24,06) a igreja está depois da estrada da direita e não antes. É um ponto onde geralmente se está embalado da descida e ávido para ver a cidade murada por árvores. Se você entrou no calçamento é porque passou da entrada certa. O resto do caminho é tranqüilo por estradas secundarias. Para que gosta de cidades pequenas Itajubá não será o melhor local, a cidade é grande e movimentada. Aqui foi o ponto mais ao leste do trecho da ciclomantiqueira que fizemos, deste ponto pularemos para o dia 26 do guia retornado a Joanópolis, nosso ponto de partida. Mais fotos em http://picasaweb.google.com/hendrik.fendel/CicloMantiqueira

    Nota:

  4. Walter Kauss 16/07/2010 at 22:23 - Responder

    Esporte praticado: Motocross

    Característica pessoal: Amador

    Comentário: A serra da Mantiqueira é uma atração para quem gosta do ambiente rural, até os nomes são únicos, como: S. Sebatião da Três Orelhas, por exemplo. Caminho e referências ok.

    Nota:

Deixe um comentário »

* * *