Trilhas e Roteiros »

CicloMantiqueira DIA 27 / Campos do Jordão – Sapucaí Mirim

CicloMantiqueira DIA 27 / Campos do Jordão – Sapucaí Mirim

KM Total: 26,88
Metros subidos: 220 / descidos: 866
Tempo estimado: 1 a 2:15 horas

DESCRIÇÃO:

Campos do Jordão fica no estado de São Paulo e é o município mais alto do Brasil, segundo o IBGE, a 1.628 metros de altitude. Sapucaí Mirim é um município mineiro a 456 metro de altitude. Esses dados servem bem para ilustrar o resumo desse dia da CicloMantiqueira. Um dia de descer a serra! Campos do Jordão é uma importante cidade turística, com enorme potencial de trilhas e inclusive três roteiros de mountain bike, relativamente curtos, mapeados e publicados no GUIA DE TRILHAS ENCICLOPÉDIA VOL. 4, editado pela Kalapalo Editora e também de autoria de Guilherme Cavallari. Clique nos links para ler as descrições e ver fotos dessas trilhas: CAMPOS DO JORDÃO 1CAMPOS DO JORDÃO 2 e CAMPOS DO JORDÃO 3. Esse é um dia relativamente curto da CicloMantiqueira, mas também extremamente técnico. Parte da descida da serra é feita por um singletrack, uma trilha estreita utilizada apenas por ciclistas, cênica e potencialmente perigosa a mountain bikers inexperientes ou ousados demais. Com calma e paciência qualquer um desce a trilha. O percurso passa ao lado da Pedra do Baú, pelo vale do Ribeirão do Baú, que passa por trás da pedra.  Uma região muito bonita, mas pouco conhecida e visitada na região. Todo o percurso, bem como indicações de hospedagem e alimentação, encontra-se minuciosamente descrito e mapeado no GUIA DE TRILHAS CICLOMANTIQUEIRA.

 

Trilhas são caminhos orgânicos, vivos, primeiras testemunhas de nossos passos na Terra. Todo caminho nasce de uma trilha. Todo caminho guarda em si o DNA de sua origem. Antes de visitar qualquer trilha publicada em nossos livros, aconselhamos a visita a sua página nessa sessão. Leia os comentários de quem já esteve lá, verifique se houve alteração nos roteiros. Depois de fazer uma de nossas trilhas, escreva aqui seus comentários e ajude a manter nossos títulos atualizados. A comunidade Kalapalo agradece…

Sua opinião (em pedaços de pizza)

5 comentários »

  1. Jefferson Ribeiro de Medeiros 13/05/2018 at 19:20 - Responder

    Esporte praticado: MTB

    Característica pessoal: PREGO!

    Comentário: Como a trilha é bem curta e é só descida praticamente, da pra ficar fazendo bastante hora em Campos do Jordão, conhecendo a praça Capivari. Dá pra entender porque se chama trilha da cabana Norge logo no início dela. É uma descida muito legal mas que não da pra aproveitar por causa dos alforges que vão caindo. Muito cuidado com os motoqueiros que estão usando essa trilha para treinar, principalmente nos finais de semana. O Baú rende muitas fotos. Finalmente um dia que consegui chegar na cidade com o restaurante aberto.

    Nota:

  2. Rodrigo Schemes 29/04/2013 at 15:28 - Responder

    Esporte praticado: MTB

    Característica pessoal: Fim de semana

    Comentário: Descida maravilhosa de Campos até Sapucaí-Mirim. O visual do Baú ao longo da descida é impressionante. Já no bairro de Rodeio, no fundo do vale, a paisagem do Rio do Baú e as montanhas ao fundo são inesquecíveis. A descida é pouco movimentada e não há trechos técnicos, só algum cascalho eventualmente. Nota negativa é o desrespeito dos pedestres na ciclovia de Campos, transitando na área destinada a bicicletas.

    Nota:

  3. Walter Kauss 16/07/2010 at 23:24 - Responder

    Esporte praticado: Motocross

    Característica pessoal: Amador

    Comentário: O outono em Campos do Jordão está bem definido, as ruas estão cheias de folhas e o frio bem presente. No hotel um aquecedor foi providencial para uma boa noite de sono, assim como uma macarronada. Predentia fazer um pouco mais de 200km no dia seguinte (21/04/2010), isto, é ir dormir em Gonçalves.

    Nota:

  4. Rodrigo Braga 18/02/2010 at 23:24 - Responder

    Esporte praticado: MTB

    Característica pessoal: Amador

    Comentário: Esta trilha satisfez todas as minhas espectativas. Precisava fazer uma trilha facil e bonita, para poder levar o meu filho de 11 anos. Ele levou a planilha da trilha. Foi guiando e se encontrou muito bem. No final acabamos andando mais um pouco e chegamos em São Bento do Sapucaí. O unico problema foi na hora de embarcar as bikes no onibus de volta para São Paulo, pediram as notas fiscais das bikes porque o onibus era trans estadual.

    Nota:

  5. Hendrik Fendel 10/01/2010 at 23:23 - Responder

    Esporte praticado: MTB

    Característica pessoal: Amador

    Comentário: Dia 5: Campos do Jordão a São Francisco Xavier Para radicalizar um pouco o trajeto unimos etapas da trilha do Zig-Zag (Enciclopédia volume 4, páginas 14 a 17) e a do dia 28 da Ciclomantiqueira. Para tal, deve-se descer esta alucinante trilha saindo em Santo Antônio dos Pinhais, de lá ir para Sapucaí Mirim e voltar para o trajeto original da CicloMantiqueira. Nós optamos por um caminho inventado na hora (quem tem boca vai a Roma, ou neste caso a Sapucaí Mirim). Foi o dia mais longo dos seis que pedalamos com 86 km (1851 m subindo e 2728m descendo) e muitas descidas alucinantes, principalmente a ultima descida chegando em Joanópolis, desce-se por aproximadamente meia hora ! Tivemos a sorte de chegar em São Francisco Xavier no dia da festa de aniversário da cidade (151 anos, se não me engano), por sorte havíamos reservado o hotel pois a cidade estava lotado e a praça tomada de gente. São Francisco Xavier é uma cidade muito charmosa que recomendo um dia de parada para curtir os atrativos em volta da cidade. Mais fotos em http://picasaweb.google.com/hendrik.fendel/CicloMantiqueira

    Nota:

Deixe um comentário »

* * *