Biblioteca Aventura »

GUIA DE TRILHAS BBV BANCO / GUILHERME CAVALLARI

Foi com esse livro que tudo começou para mim no mercado editorial e no segmento aventura… Muita gente se lembra desse livrinho e ainda hoje, cinco anos depois dele ter se esgotado, recebo mensagens de um ou outro procurando um exemplar… Agora só em sebo!

O Guia de Trilhas BBV Banco surgiu da minha própria necessidade de encontrar trilhas próximas de São Paulo para pedalar. Eu dependia sempre de algum amigo para me apresentar um roteiro novo. Simplesmente não havia informação disponível. Tive a idéia de fazer o livro logo que voltei da Alemanha, em 97, depois de ter morado em Berlim e trabalhado como bike courrier por quase dois anos.

Passei três longos anos com o projeto debaixo do braço, visitei empresas do segmento bike, empresas de comunicação, agências de pubicidade e nada! Ninguém se interessou pela idéia. Até que um manhã de sábado, lembro como se fosse ontem, eu estava treinando na USP (quando ainda dava pra pedalar lá de fim de semana…) e vi um pequeno grupo de ciclistas, todos de mountain bike e uniformizados com camisetas de ciclismo do BBV Banco. Achei que fosse um clube.

Emparelhei e puxei conversa com um senhor grisalho, baixinho, relativamente forte e sorridente. Ele parecia ser o líder do micro-pelotão. Pedalamos juntos por uma hora ou mais. Ele era espanhol de Barcelona e muito simpático. Imediatamente ficamos amigos. Quando nos despedimos, ele me perguntou se eu conhecia alguma trilha, porque ele só pedalava na USP por total falta de opção. Marcamos de pedalar em Nazaré Paulista no fim de semana seguinte.

Resumindo a história, o tal espanhol era presidente do BBV Banco na América do Sul. Os caras que o acompanhavam, todos uniformizados, eram na verdade seguranças fortemente armados. Fizemos duas ou três trilhas juntos e um dia contei a ele sobre meu projeto de um guia de trilhas.

“Passa no banco segunda de manhã, eu quero apoiar essa idéia!”, foi tudo o que ele disse.

O resto é história. Foram 8.000 exemplares comercializados em menos de cinco anos. Cerca de 50.000 pessoas diretamente impactadas pelo livro, contando apenas ciclistas, caminhantes e afins. Matérias em diversos grandes veículos de comunicação sobre o livro, inclusive duas páginas na Veja São Paulo (link para cópia da matéria no site da Kalapalo Editora). Diversas trilhas publicadas no livro, que até então era desconhecidas do público, tornaram-se clássicas e recebem hoje centenas de turistas em finais de semana ensolarados, já foram cenário de corridas de bike, corridas de aventura e mais um monte de outros eventos esportivos de contato com a natureza. O maior exemplo disso é Nazaré Paulista.

Em 2005 o livro se esgotou e eu decidi não continuar sua comercialização. Diversas trilhas haviam mudado muito ou desaparecido, outras haviam se tornaram perigosas demais, com diveros incidentes de assaltos. O problema foi que o conceito do livro privilegiava roteiros muito próximos à Grande São Paulo, como Alphaville, Cantareira, Caucaia do Alto, etc. Lugares que não dá mais pra pedalar.

Em 2006 decidi continuar o projeto com uma coleção de livros, mas dessa vez com roteiros no interior do estado de São Paulo e cicloviagens (cunhei essa palavra óbvia, que depois pegou) em outros estados. Lancei o primeiro volume da coleção Guia de Trilhas enCICLOpédia. Agora já são oito volumes e mais de 4.000 km de trilhas em circulação. Todas as trilhas que ainda existem e que valem a pena, com segurança e beleza, que estavam no Guia de Trilhas BBV Banco foram atualizadas e impressas nos volumes do Guia de Trilhas enCICLOpédia.

Então, quem tem esse meu primeiro livro, guarde-o com carinho… Quem sabe um dia ele não valerá uma fortuna no E-Bay

Link para a resenha, aqui no blog, da coleção Guia de Trilhas enCICLOpédia.

Guia de Trilhas BBV Banco
Guilherme Cavallari
Kalapalo Editora (Ex-Via Natura)
2001
144 páginas
ISBN 9788588493018
http://www.kalapalo.com.br/