Biblioteca Aventura »

MANUAL DO ESCOTEIRO MIRIM

Nem todo mundo vai lembrar desse livrinho, mas quem teve, não esquece… Passei muitos anos visitando sebos em São Paulo até encontrar um exemplar inteiro. Na verdade, não posso ver sebo sem entrar e fuçar. Pena que não encontrei a primeira edição, capa dura, que me acompanhou por toda a infância…

Foi com esse livro que aprendi a diferenciar cobras venenosas de não-venenosas, fiz minhas primeiras “impressões” em gesso de pegadas de animais, aprendi a fazer meus primeiros nós, tive as primeiríssimas lições de cartografia (que hoje fazem parte da minha profissão), fiz minha primeira pipa, estudei mas não decorei o Código Morse…

Impossível saber até onde esse livrinho influenciou minha personalidade, ou se minha personalidade já se identificou com o livro. Eu tinha oito ou nove anos quando ele foi lançado no Brasil, pela Editora Abril (1971), um anos depois de ter sido lançado pela Walt Disney nos EUA. Outras influências determinantes foram os livros (todos) do Júlio Verne, os filmes do Jacques Cousteau e o seriado de TV Daktari (tenho hoje uma Land Rover por culpa dele).

É claro que as crianças de hoje não se identificariam tanto com o livro, com sua linguagem e discurso, mas o conceito por trás dele é muito legal. Baseado nos princípios do Escotismo, movimento fundado por Baden-Powell (1857-1941) para crianças que acampavam na Grã-Bretanha, os valores pregados na época estão hoje ainda mais fortes. Preservação ambiental, convívio harmonioso com a natureza, lazer e diversão com responsabilidade, companheirismo, camaradagem, verdade, honra, servir ao próximo, etc. Temos que dar um desconto para os aspectos militarizados do movimento, que são resquícios históricos de uma época conturbada e o fato do Coronel Baden-Powell ter sido herói da Guerra dos Boers, na África do Sul.

De qualque modo, esse livro tem lugar de destaque na minha biblioteca de aventura, que aos poucos vou incluindo resenhas aqui nesse blog. Inclusive, no Manual de Trekking & Aventura, livro que escrevi com conceitos, técnicas e equipamento de uso em atividades de contato com a natureza, incluí esse livro na enorme bibliografia consultada… Mas ele deveria figurar sozinho na categoria “inspiração”.

Link para a resenha, aqui no blog, do Manual de Trekking & Aventura.

Manual do Escoteiro Mirim
Walt Disney Productions
1970
Editora Abril 1971
190 páginas
http://www.abril.com.br/