Blog »

MINHOCÁRIO CASEIRO (COMPOSTAGEM)

Kalapalo 26/08/2011 1

Explosão populacional! Antes aqui em casa éramos apenas eu, Adriana e nossos dois cachorros, Pluto e Bella. Agora somos nós quatro e mais 500 minhocas californianas…
As minhocas são cientificamente chamadas de Eisenia andrei, mais conhecidas como “minhocas vermelhas californianas”. Bem menores e mais magrinha que as nossas minhocas nativas e mais gosmentas também. A grande vantagem é que elas conseguem digerir material orgânico fresco.

O “minhocário”, ou “composteira”, é uma fábrica caseira de húmus de minhoca e um alívio para o sistema de coleta pública de lixo da cidade. Todo o lixo orgânico que a gente produzia aqui em casa agora vai virar adubo orgânico para nosso jardim e nossa futura horta caseira.

O sistema é bastante simples e engenhoso… São três caixas empilhadas. A caixa de cima e a caixa do meio são as “caixas digestoras”, onde as minhocas vivem, se alimentam e se reproduzem. Todo o material orgânico limpo (restos de comida, cascas de frutas, cascas de ovos, etc.) é despejado na caixa do topo e coberto com material orgânico seco (serragem, folhas de plantas, gravetos, papel picado, etc.). Não pode jogar papel higiênico usado, fezes de cachorros e afins na composteira.

As caixas digestoras têm uma “cama de minhocas”, que nada mais é que uma mistura de terra preta, serragem, húmus com as minhoca felizes da vida deslizando sobre tudo. Elas têm furos na tampa para entrada de ar e furos nos fundos para escoamento do chorume orgânico e trânsito das minhocas. As bichinhas passam livremente de uma caixa para outra. O sistema todo é um “condomínio vertical” de minhocas californianas. Chique! Preciso providenciar uma bandeirinha californiana para que elas se sintam mais “em casa”…

A caixa inferior tem uma torneirinha e serve para coletar o chorume orgânico, que deve ser esvaziada semanalmente ou quinzenalmente. Esse chorume, diluído em água na proporção de 5 x 1 ou até 10 x 1 é um excelente adubo líquido para as plantas. Mas aqui tem um perigo mortal… As minhocas podem se afogar no mar de chorume! A dica é colocar um tijolo nesse piscinão, enconstado em um parede da caixa, para as minhocas conseguirem subir e escalar de volta para a cama do segundo andar.

Nosso minhocário chegou ontem e estou excitadíssimo com o projeto! Vou de hora em hora ver a movimentação por lá! Já vi minhoquinhas e minhocões. Mal consigo esperar para começar a plantar com meu próprio húmus!

Compramos a composteira caseira na Morada da Floresta (link para o site deles), uma empresa especializada em soluções ecológicas e eles têm vários tamanhos de minhocários .

Assim que tivermos a primeira colheita de húmus aviso todo mundo aqui no blog!

Esse minhocário faz parte do projeto de transformar nossa casa em “resíduo zero”, uma moradia realmente limpa e sustentável… Faz parte também do CURSO DE HORTA CASEIRA (link para descritivo do curso) que vamos organizar pelo Clube da Aventura Kalapalo.

  1. Cris Nicolini 24/11/2011 at 21:54 - Responder

    Comentário: Olá! Também tenho uma composteira da Morada da Floresta e a recebi ontem! Como foi a primeira colheita de húmus? Precisa colocar a composteira em cima de algo para a torneirinha ficar livre? Não entendi o que você escreveu sobre o tijolo para as minhocas não se afogarem...
    Meu email: crisnicolini@yahoo.com.br

    Abraços