Blog »

TREKKING SERRA DO CIPÓ (LAPINHA-TABULEIRO)

Kalapalo 27/05/2010 6

A Travessia Lapinha-Tabuleiro, na Serra do Cipó, é um clássico mineiro. Completamente diferente das travessias na Serra da Mantiqueira, esse roteiro cruza uma vasta região de clima mais seco e vegetação de cerrado.

Prevista para ser feita em três dias, no Guia de Trilhas Trekking Vol. 1 a travessia está mapeada com mais três roteiros adicionais de trekking, um para cada dia. Com isso tanto o iniciante quanto o expert são privilegiados. Um dos grandes atrativos desse trekking, além da beleza natural, é que não há a necessidade de se levar uma barraca nem comida. Dá para se hospedar e alimentar-se na casa de habitantes locais.

DIA 1, do distrito de Lapinha da Serra à casa da Dona Ana Benta. Primeiro temos que subir o platô íngreme…

DIA 1, a trilha é muito utilizada por tropas de mulas e cavalos, ainda principal transporte no topo da Serra do Cipó…

DIA 1, oratório de pedras empilhadas, que marca o topo da subida…

DIA 1, a vegetação rasteira é característica, com trechos de mata mais densa nas nascentes e cursos de rios…

DIA 1, passamos ao lado do Pico do Breu, que pode ser subido como roteiro adicional do primeiro dia de travessia…

DIA 2, da casa da Dona Ana Benta à casa da Dona Maria, próximo à parte alta da Cachoeira do Tabuleiro e destino final da travessia. Várias trilhas de cavalo marcam o solo da serra…

DIA 2, rios que variam muito de volume de água – secos no inverno e caudalosos no verão – devem ser cruzados ao longo do caminho…

DIA 2, a vista se alarga. Pico do Breu ao fundo…

DIA 2, depois de subir um platô alto…

DIA 2, o roteiro alternativo do segundo dia de travessia leva à parte alta da Cachoeira do Tabuleiro…

DIA 2, com direito a banho no Ribeirão do Campo, que desaba em cachoeira…

DIA 3, da casa da Dona Maria à Vila do Tabuleiro. Uma longa descida, nada íngreme, até chegar ao ponto final da travessia….
DIA 3, do mesmo modo que no primeiro dia subimos o platô da serra, no terceiro dia descemos…

DIA 3, rochas são a marca registrada da travessia, de todas as formas e tamanhos. No terceiro dia há o roteiro opcional de visita à parta baixa da Cachoeira do Tabuleiro, com direito a mais um banho no Ribeirão do Campo…
Gostou do roteiro? Se interessou em fazer também essa aventura?
Esta tudo minuciosamente mapeado, planilhado, explicado e descrito no Guia de Trilhas Trekking Vol. 1, junto com outros seis roteiros: Pedra da Mina (Passa Quatro, MG), Pedra das Flores (Extrema, MG), Ponta da Juatinga (Parati, RJ), Serra dos Órgãos/Petrópolis-Teresópolis (RJ), Serra Fina (Mantiqueira, MG/SP/RJ) e Torres del Paine (Patagônia, Chile).
Guia de Trilhas Trekking Vol. 1
Guilherme Cavallari
Kalapalo Editora
2008
82 páginas
R$ 39
ISBN 9788588493049
  1. VissottoJr 29/05/2010 at 23:51 - Responder

    Comentário: Percebo que ainda preciso terminar o guia vol.1. Parabéns pelo blog, vou indicar para algums amigos que como eu descobriram o prazer de fazer longas travessias.

    Abraço

  2. Clube da Aventura KALAPALO 30/05/2010 at 15:20 - Responder

    Comentário: OBRIGADO PELO ELOGIO AO BLOG! INDIQUE MESMO AOS AMIGOS! NA VERDADE O VOLUME 2 DA COLEÇÃO GUIA DE TRILHAS TREKKING NÃO É UMA CONTINUAÇÃO DO VOLUME 1, ENTÃO FIQUE À VONTADE PARA SIMPLESMENTE FAZER AS TRILHAS QUE VOCÊ MAIS GOSTAR... EMBORA EU AINDA ESTOU ESPERANDO OUVIR ALGUÉM DIZER QUE COMPLETOU TODOS OS ROTEIROS DOS DOIS LIVROS, HEHEHE...

  3. VissottoJr 31/05/2010 at 0:58 - Responder

    Comentário: Vixi! Agora virou um desafio!

  4. Gilmar 24/01/2011 at 12:04 - Responder

    Comentário: Olá Guilherme, Parabéns pelos Guias. Conheci seu trabalho através de um amigo que adquiriu os dois primeiros volumes. No carnaval faremos a travessia Lapinha x Tabuleiro. Seu guia é referência. Já fiz alguns roteiros dos dois volumes. Taí um belo desafio: completar os roteiros dos volumes um e dois. Abraços, Gilmar

  5. Vivi Mar 17/02/2011 at 12:14 - Responder

    Comentário: Adoro esta região. Caminhada agradável. Bons contatos, bons amigos. Roteiro bem detalhado. Muito bom.
    Abçs
    Vivi

  6. Daniele 15/03/2012 at 12:27 - Responder

    Comentário: Quero começar a praticar trekking, mas estou sozinha, nenhum de meus amigos gostam, mas eu amo! Queria me imcluir a algum grupo.